Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A DOR DO "QUASE TER SIDO"...




A imagem escondida, resguardada
na nossa essência, no nosso imaginário,
da utopia, da quimera bem guardada,
poderá ser mas não é um acto arbitrário…

Os sentimentos, os sonhos, os devaneios
que vivemos, defendemos e alimentamos
são na realidade aqueles grandes anseios,
as vontades, os desejos por que lutamos…

E se nos restar angústia pelo que não foi feito
ou dor pela perda do amor que foi perfeito,
sempre se conhece a razão por que se chora…

Mas quando a dor é pelo Amor que se desfez,
pelo Amor que quase foi feito e se não fez,
é o terrível “quase ter sido” que nos devora!...





                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                       


HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 10/04/2006
Código do texto: T137045
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11665 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:28)
HELENA BANDEIRA