Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Roubaste-me a Poesia

Não posso escrever mais um soneto,
Agora não mais penso na tristeza,
Pois em mim descobristes a beleza,
E de mim retirastes todo o medo.

Não posso sofrer tanto e chorar mágoas,
Meu rosto - o que se vê - só alegria,
Por certo, me roubaste a covardia,
Tiraste do olhar as minhas lágrimas.

Do bem que nós fizemos um ao outro,
Resta em mim um par de questionamentos,
Primeiro mais difícil que o segundo,

Mas o segundo mais malicioso:
Possível não amar seus pensamentos?
Possível é viver neste seu mundo?
Lupo
Enviado por Lupo em 11/04/2006
Código do texto: T137144
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lupo
Ilha Comprida - São Paulo - Brasil, 41 anos
44 textos (1391 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:18)
Lupo