Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU BARQUINHO





Meu barquinho, para onde vais,
Que levas brancura nas velas,
Que colhes bonanças e vendavais,
E já não podes passar sem elas?

Meu barquinho, são os teus ais,
Quando dizes gostar mais delas,
Ondas que roçagam teus taipais,
Do que das lautas caravelas?

Meu barquinho, não é grande não,
Não tem ornamentos nem vigias,
E até a quilha é feita de papelão,

Mas quando vai no vento suão,
De velas dadas, sua condição,
Leva consigo todas as fantasias.


Jorge Humberto
(17/03/2003)


Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 14/04/2006
Código do texto: T138934
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 50 anos
2622 textos (66676 leituras)
22 áudios (937 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:17)
Jorge Humberto