Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUANDO TUDO SÃO FLORES


O sol já se espreguiça entre um e outro bocejo;
A noite no horizonte colhe os cobertores;
O sono me fugiu... levanto, saio e vejo
No quadro da manhã, os primeiros albores.

Dos pássaros contemplo as primícias do adejo,
Da pequenina abelha o sugar dos sabores.
Que esplendoroso e belo dia eu antevejo!
Que lindos raios suaves despertando as cores!

Da relva mais rasteira, à mata virgem, tudo
Se descobre do manto negro de veludo
Para mostrar da cor todos os esplendores.

É assim também quem ama – a alma se ilumina!
Basta nascer o amor – que deslumbra e fascina –
Para que tudo em volta, tudo, sejam flores.


Raymundo de Salles Brasil
Enviado por Raymundo de Salles Brasil em 15/04/2006
Código do texto: T139448
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raymundo de Salles Brasil
Salvador - Bahia - Brasil, 83 anos
237 textos (6820 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:27)
Raymundo de Salles Brasil