Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"ANSIOSA ESPERA"


Ah! Mas esse telefone mudo, que não toca...
Ah! E essa vontade louca, de falar contigo,
se eu soubesse onde mora bateria na sua porta
eu quero manter a calma, mas eu não consigo.

Já é madrugada, e o telefone está mudo
e eu aqui morrendo, de saudades dela,
se eu pudesse diria, que o amor dela é tudo
eu vigio o telefone, igual uma sentinela.

Já ao raiar do dia, o telefone tocou...
corri para atender, pensei ser meu amor,
era um engano, alguém me respondeu.

Outra vez fiquei com o coração na mão
já perdendo a calma, perdendo a razão,
eu queria ouvir a voz, sair dos lábios teus.
Antonio Hugo
Enviado por Antonio Hugo em 15/04/2006
Código do texto: T139697
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autor: Antonio Hugo/ site: www.antoniohugo.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Antonio Hugo
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 59 anos
3870 textos (257153 leituras)
185 áudios (36329 audições)
9 e-livros (7402 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 02:36)
Antonio Hugo

Site do Escritor