Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SE





Ai, se eu pudesse, em verdade, tocar-te,
E as minhas mãos teus ombros almejar,
Se eu pudesse...  com verdade amar-te,
E neles achar-lhes o terno descansar;

Suas fragrâncias de fina arte,
Suas extensões de sal e de mar,
Róseos declives onde achar-te
E largos espaços onde te beijar;

Nada mais, que fosse ou quisesse,
Teria para mim qualquer benesse...
Nada mais, por mais que soubesse.

Assim eu pudesse, em verdade, amar-te,
E assim os teus ombros, por desejar-te...
Ai, se eu pudesse, com verdade, tocar-te!


Jorge Humberto
(16:35/Junho/05/03)



Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 17/04/2006
Código do texto: T140354
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 50 anos
2622 textos (66671 leituras)
22 áudios (937 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:48)
Jorge Humberto