Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANDARILHA

ANDARILHA
®Lílian Maial


Tão longe está teu corpo do meu dedo!
Tão perto o coração que toca o meu!
Sussurram, nossas almas, em segredo,
Carinhos de um amor que não morreu.

Os dias passam tristes de arremedo,
De um tempo, um só momento de apogeu.
Teus lábios: implorando o que não cedo.
Meu peito: seco poço sem o teu.

Maldita essa distância sem teu braço!
Quisera andar mil léguas num só passo
E me atirar pra sempre no teu colo...

Mas esse tal sapato não me cabe!
Nos sonhos, é que a porta sempre abre.
Descalça, de paixão, meus pés esfolo.

*********
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 17/04/2006
Código do texto: T140703

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248647 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 20:43)
Lílian Maial

Site do Escritor