Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

INÊS


Na hora em Inês nasceu,
A mãe dizia – bem vida!
Foi Deus do Céu que me deu
Essa coisinha tão linda!

A jovem Inês cresceu
E a mesma beleza ainda.
Na rua um rapaz lhe deu
Um beliscão – coisa linda!

Gestos de moça dengosa,
Toda alegre, toda prosa,
Inês respondeu sorrindo.

Aí o rapaz caiu:
Deus do céu, nunca se viu
Um sorriso assim tão lindo!

joaojustiniano@terra.com.br
www.joaojustiniano.net
João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 28/04/2006
Código do texto: T146952

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 96 anos
619 textos (19601 leituras)
13 e-livros (1027 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:48)
João Justiniano