Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESASSOSSEGO





Disseste-me, certo dia,
Ao cruzarmo-nos no caminho,
Que o meu caminho seria,
O ficar sempre sozinho.

Palavras sábias as tuas,
Embrulhadas em tristeza.
A minha vida são duas,
Das duas não guardo certeza.

E não é loucura, ou solidão,
Esta ânsia incerta e crua,
Que traz frio o meu coração,
Minha alma sempre nua,

Mas um conhecer-me tal,
Uma antecipação do que serei,
Que qualquer hora já é igual,
A todas as outras que não sei.


Jorge Humberto
(31/12/1997)
Jorge Humberto
Enviado por Jorge Humberto em 01/05/2006
Código do texto: T148475
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Humberto
Portugal, 50 anos
2622 textos (66674 leituras)
22 áudios (937 audições)
13 e-livros (541 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:05)
Jorge Humberto