Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LÁGRIMAS

Como se fossem pérola, saíam
Lágrimas doloridas dos seus olhos
E pelas faces negras escorriam
Como se fossem rios lavando escolhos.

Trêmulos os seus lábios refletiam
A intensa dor contida em seus refolhos
Olhando as esperanças que se iam
Como se joio – requeimado aos molhos.

Todos os seus desejos e quimeras
Como se fossem lixo, eram jogados
Às garras dos abutres e das feras

E aqueles olhos tristes e humilhados,
Passadas tantas décadas e eras,
Ainda hoje os vejo marejados.

Raymundo de Salles Brasil
Enviado por Raymundo de Salles Brasil em 04/05/2006
Código do texto: T150003
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raymundo de Salles Brasil
Salvador - Bahia - Brasil, 83 anos
237 textos (6823 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:49)
Raymundo de Salles Brasil