Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CEDO VI...




Não sei qual o motivo por que escrevo,
se nem metade do que sinto eu descrevo…
P’ra suster a solidão que nasceu comigo?
Duvido que o seja, porque não consigo!

Cedo vi… que a solidão comigo nasceu.
Cedo vi…que a tristeza em mim desceu…
Só o fogo do Amor me incitou a viver,
um fogo, uma chama que não vou reviver!

Fiz da Paixão minha divisa, meu lema
e do Amor, o meu esteio e o meu tema….
Desejos e beijos queimaram minha boca!

Hoje, a solidão impõe-se. Forte, sem peias.
Sobranceira e pesada, urde suas teias…
Tolhe-me…Não vê que estou ficando louca!



 
 











HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 07/05/2006
Código do texto: T152088
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11665 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:58)
HELENA BANDEIRA