Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DI-AMANTE

DI-AMANTE
®Lílian Maial


Não sei falar dessas coisas à distância...
Só sei dizer "eu te amo" ao pé do ouvido.
E quando a noite nos traz toda a fragrância,
Perfuma os sonhos de luz e colorido.

Não sei fingir que não sinto a eterna ânsia...
Só sei sentir esse frio e esse fremido.
E quando o dia amanhece em arrogância,
Desvenda em mim esse verso descabido.

Não sei direito portar-me co’elegância,
E muito menos frear minha libido,
Como a inocência, que mal deixou a infância...

Que então do peito esse amor seja banido,
Sob a desculpa de tanta discrepância:
Sou pedra bruta que escondo e que lapido!

***********
Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 08/05/2006
Código do texto: T152635

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248786 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:51)
Lílian Maial

Site do Escritor