Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU BOM COMPANHEIRO

Não são poucas as vezes que eu tropeço,
Nem pequenas as pedras do caminho.
Mas tenho a proteção de que careço;
Na caminhada, nunca vou sozinho.

De meu bom companheiro eu me avizinho;
Seguindo-lhe as pegadas, indefesso,
Meus passos firmo, meu andar alinho,
Porque seu sangue já pagou meu preço.

A carne é fraca, a força humana frouxa;
Se fico só, nas ardilosas garras
De satanás eu caio como um trouxa.

Preciso de Jesus, do seu poder,
Ele é quem me libera das amarras,
Só nele há vida, e o gosto de viver.
Raymundo de Salles Brasil
Enviado por Raymundo de Salles Brasil em 11/05/2006
Reeditado em 07/09/2006
Código do texto: T154094
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raymundo de Salles Brasil
Salvador - Bahia - Brasil, 83 anos
237 textos (6824 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:17)
Raymundo de Salles Brasil