Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SONETO(045)

És a luz que se espalha na floresta
Onde gorgeia, só, o sabiá-laranjeira,
Como se fosse um grande dia de festa
Canta, já, ao clarão da luz primeira.

O canto, assim como a luz, se espalha;
Pelo bosque, pela selva e nos eternos montes,
Como o vento que as árvores ramalha,
Ecoam e brilham, nos vales e nas fontes.

Lembram o divino amor, que nos habita
O coração e a alma, e faz tremer as vozes,
Quando falamos da nossa grande paixão.

Crescem invisíveis, a alegria e a paz bendita;
Crescem e partem para o porvir, velozes,
Qual luz do alvorear nos aquece o coração.

Nova Roma do Sul- RS, 21 outubro de 2006.
MAZZAROLO ANGHINONI
Enviado por MAZZAROLO ANGHINONI em 18/05/2006
Reeditado em 12/07/2009
Código do texto: T158132
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MAZZAROLO ANGHINONI
Nova Roma do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil
138 textos (37658 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:56)
MAZZAROLO ANGHINONI

Site do Escritor