Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VELHA HISTÓRIA

Por adultério, o esposo, a esposa, um dia,
Do Tribunal às barras leva, crente,
Para castigo ao crine repelente
Nas sábias tramas da advocacia!

E eu que  ao casal de consultor servia
Fui chamado a depor incontinenti...
E vendo o pobre esposo, tristemente,
E a esposa que em pudor se consumia;

E ela co'a longa cabeleira solta,
Lábios cerrados, colo nu, revolta,
Pensando num seu ídolo qualquer,

Nada pude fazer, pois horas antes
Eu provara, na alcova dos amantes,
Os beijos bacanais dessa mulher!...
Lucan
Enviado por Lucan em 18/05/2006
Código do texto: T158488
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86938 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 08:01)
Lucan