Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desejo

Desejo


Desejo com a força dos vencidos,
de quem bravo lutou, e, ainda assim,
o destino e seu muito insondável
desígnio, sequer a morte poupou,

sequer a sorte, esta insana,
traiçoeira e desafortunada,
leal e mal-fadada companheira,
de a morte ser breve, leve e concisa,

de a lembrança perder-se, e, ainda,
que gerações desconheçam tal sina
e amaldiçoem a própria vida,

desejo assim, com tal zelo e intento,
não te perder, nem jamais me esconder,
mas nunca mais te amar como eu te amei!
Adriano Dal Molin
Enviado por Adriano Dal Molin em 19/05/2006
Código do texto: T158634
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Adriano Dal Molin
São Luís - Maranhão - Brasil, 35 anos
102 textos (22136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 11:55)
Adriano Dal Molin