Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

o Ódio


                 O Ódio


O ódio gasta a lentidão das horas
abrindo fendas no clamor das preces
E ri das dores onde a vida chora
e tanto fere que de si padece...

O ódio vive de morrer de fúria
cravando as unhas onde a calma sonha
e tanto goza a propalar injúrias
que sorve a raiva pra beber peçonha.

O ódio fia cada nova teia
com toda mágoa que retém nas veias,
ferindo a paz para gozar a dor.

E tanto insano quanto corrosivo
embora finja ter outros motivos...
o ódio sofre por não ser amor.


Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 19/05/2006
Código do texto: T158982

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (83355 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:17)
Vaine Darde