Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NA PARTIDA


Ficam por mim os escritos,
ao fechar-se-me a jornada.
Bons, ruins, feios, bonitos
- deixo só isto, mais nada.

Orações, loas, benditos,
trabalho-os desde a alvorada.
Acerto, erro, repito-os,
eu sei só isto, mais nada!

O amor, a dor, a esperança,
ficam por luz e lembrança
marcados no verso triste.

Na partida, a qualquer hora,
levo saudades do agora
 - ultimo instante que existe...

               14-10-05, às 5h15
joaojustiniano@terra.com.br
joaojustiniano.net
João Justiniano
Enviado por João Justiniano em 21/05/2006
Código do texto: T160377

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ex: cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Justiniano
Salvador - Bahia - Brasil, 96 anos
619 textos (19611 leituras)
13 e-livros (1027 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:44)
João Justiniano