Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Faces

Aquele de quem eu era e que era meu
Esse que hoje tenho e não conheço
Fundiu em névoas, minha quimera se pendeu
Na torre esguia a atirar-se num tropeço

Entre sorrisos, lágrimas, num beijo seu
Fui do céu ao inferno, sempre a amar
Aquele de quem eu era e que era meu
Na ânsia de me perder pra me encontrar

Ah, não se acaba não... Não morre assim
Meu castelo de pedras cintiladas
As mil roseiras que plantei em meu jardim

Volta no breu das longas madrugadas
Aquele de quem eu era e que é para mim
A realidade por meus sonhos lapidada    
Josiane Lima
Enviado por Josiane Lima em 24/05/2006
Reeditado em 25/05/2006
Código do texto: T162131
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Josiane Lima
Espanha, 31 anos
52 textos (2145 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:53)
Josiane Lima