Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RIO TIETÊ

Nasce humilde — um arroio em miniatura —
Que mal encharca os pés do viandante,
E rola pelos campos de verdura
Até alcançar as raias de gigante.

Velho Anhembi da raça bandeirante!
Nasce em “Salé” e morre em Itapura
— Pódio sagrado ao doce caminhante —,
Na terra esplêndida da pedra pura.

Ali, no grande Paraná felino,
Depois de ser herói e pequenino
Perde o seu nome e essa batalha vence.

Mas, ficará pra sempre nos anais
Como a glória maior dos mananciais,
Dileto filho salesopolense!

Lucan
Enviado por Lucan em 13/06/2006
Código do texto: T174754
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86951 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:00)
Lucan