Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma garrafa no mar.

Em garrafa, nua, vulgar,
Tampada com rolha nova,
Coloquei lindas prosas;
E a atirei ao verde mar.

Ao longe, por quantas milhas?...
Dias, noites, sem legados...
Vendo-me abandonado...
Eu estava numa ilha.

Hoje, como por encanto,
A garrafa, as prosas, enredos...
...São centelhas pelo ar!

O mar tornou-se o "Recanto",
O mundo está em meus dedos,
E a ilha é meu querido lar.
Ciro do Valle
Enviado por Ciro do Valle em 17/06/2006
Reeditado em 24/06/2006
Código do texto: T177290
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ciro do Valle
Salesópolis - São Paulo - Brasil
99 textos (5150 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 19:02)
Ciro do Valle