Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SENTA-TE COMIGO  À  BEIRA RIO,
DO VELHO RIO, TÃO CALMO, AMENO
E CONTEMPLA ENTÃO ESSE VERDE FRIO....
FICA AQUI À ESPERA DO SERENO

ATÉ QUE COM O RIO,  APRENDAMOS,
QUE NADA,NADA TEM PRESSA,
POIS O RIO PASSA E NÃO REGRESSA,
E ASSIM QUAL UM RIO,  NÓS PASSAMOS....

ENTÃO,  A DERIVA , A BARCA DEIXAR
QUE NO SEU CURSO S'ESTANQUE O PRANTO.....
A  MERCE DO RIO, UM CANTO ENTOAR....

DEIXANDO SEU  FRESCOR NO  VERDE MANTO,
O VELHO RIO LEVA A MÁGOA ALÉM MAR
E  DEIXA  NO AR  SEU  DOCE ACALANTO.....





Teca
Enviado por Teca em 18/06/2006
Reeditado em 02/11/2007
Código do texto: T177615

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar a autoria de Teca e o site www.recantodasletras). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Teca
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
1120 textos (122832 leituras)
5 e-livros (1459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:20)
Teca

Site do Escritor