Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Cor da Saudade

Qual a cor da saudade que magoa
e nosso ser destrói mui lentamente?
É negra cor da aura de quem mente,
ou cinza desse amor que apregoa?
 
Vermelha cor do brado que ressoa
aos ouvidos molhados pela gente,
púrpura como o corpo já doente
ou prata que penetra até que doa?
 
Malvada não será nunca a saudade,
pois a sente quem muito já amou,
madura se fará com mais idade
 
e verde de esperança se tornou...
pois é rosa de amor... felicidade...
e branca de pureza que alcançou.
 
 
Sintra, 08/06/2006
António CastelBranco
Enviado por António CastelBranco em 18/06/2006
Código do texto: T178002
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
António CastelBranco
Portugal, 56 anos
57 textos (1698 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:32)
António CastelBranco