Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A TEZ DA INSENSATEZ

A SUA PERFÍDIA É UMA INSENSATEZ
GUARDO SEU RETRATO, MERA ESTUPIDEZ
FRAGILIZADA, DOENTE, RESTOS DE MORBIDEZ
MAGOADA, VIVO OUTRA VEZ

INCONSTANTE CORAÇÃO, DE INGRATA SORDIDEZ
NÃO MEDE CONSEQUENCIAS, DIZ MINHA LUCIDEZ
INFIDELIDADE CONJUGA O VERBO DESAMOR COM FRIGIDEZ
VOCÊ COLOCOU VENENO EM QUEM TE DEU UMA FLOR, OUTRA VEZ

NOSSAS VIDAS NÃO TEM MAIS SABOR COMO TEM O XEREZ
PENSAMENTOS DESENCONTRADOS, NÃO CABEM TRÊS
NOSSOS LAÇOS ESTÃO MORTOS, OUTRA VEZ

ARREBENTO MEU CORAÇÃO DE TANTA ESTUPIDEZ
ARREBATA-ME A FELICIDADE, INFAME INSENSATEZ
HOJE VIVO INSONE, INSANA SEPARAÇÃO PELA PRIMEIRA VEZ


20/06/06      TEREZA NEUMANN
Tereza Neumann
Enviado por Tereza Neumann em 20/06/2006
Reeditado em 23/06/2006
Código do texto: T178912

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Tereza Neumann). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Tereza Neumann
Salvador - Bahia - Brasil, 62 anos
330 textos (15751 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:45)
Tereza Neumann