Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Indefinível

Os versos não dirão tudo de ti,
não há força, nas sílabas humanas,
capaz de traduzir-te nas palavras
Aos olhos deslumbrarem-se de luz.

Não há como timbrar-te na linguagem
as frases não dispõem de tal poder.
Não tem um alfabeto compatível
com todo o resplendor que tu emanas.

Apenas as auroras, as marés
e as praias em marinho plenilúnio
teriam lucidez pra revelar-te.

Por isto, meu idioma artesanal,
embora não defina a tua luz,
reflete o desvario dos girassóis...

Vaine Darde
Enviado por Vaine Darde em 28/06/2006
Código do texto: T183809

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vaine Darde
Capão da Canoa - Rio Grande do Sul - Brasil
543 textos (83358 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:36)
Vaine Darde