Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Orvalho

Tua recordação jaz entranhada
em cada simples célula da vida,
brilhando qual película orvalhada,
resplandecendo até a dor vivida.
 
De gotas de lembranças impregnada,
qual lágrimas alegres já vertidas,
solta-se o doce aroma da esperada
flor que já desabrocha para a vida.
 
São sentidos despertos para amar,
alvores de saudades desse tempo
em que juras de amor sabias dar...
 
Quando a estrela brilhar no firmamento
refulgindo a simbiose deste lar,
é o orvalho da flor que cede ao vento.
 
Sintra, 10/06/2006
António CastelBranco
Enviado por António CastelBranco em 01/07/2006
Código do texto: T185451
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
António CastelBranco
Portugal, 56 anos
57 textos (1698 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:57)
António CastelBranco