Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALTAS HORAS


Altas horas, triste, sozinha,
Procuro algo para me entreter,
Oiço música, mas muito baixinha
E vou tentando assim escrever.

O coração bate aceleradamente,
As pernas tremem de tanto cansaço,
Mas mesmo assim vivo contente
E deixo p’ra todos, o meu abraço.

Sei que a cama há muito me espera
Mas pouco importa se não me venera,
E eu gosto mais de ler poesia.

Mas é nela que vou descansar,
E por muito que me esteja a custar,
Deixo a escrita para outro dia.
Biazocas
Enviado por Biazocas em 06/07/2006
Código do texto: T188948
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Biazocas
Portugal, 65 anos
423 textos (15828 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 05:15)
Biazocas