Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POESIA

Escrevo a poesia que me enaltece
Deixo-a nas linhas deste caderno,
Para alguém que também padece
Dum amor ausente, mas que é eterno.

Poesia é algo bom que nasce em mim
Cada dia, cada hora, cada momento,
Com beleza que parece não ter fim
Vivo o poder de todo o sentimento.

Entra-me na alma o vício de escrever
É imenso o prazer que estou a ter,
A poesia é algo que me alimenta...

Em horas mortas ela faz-me companhia,
Neste papel caem lágrimas de alegria
Que afago com a mão, nesta sebenta.


Maria Custódia Pereira
Biazocas
Enviado por Biazocas em 06/07/2006
Reeditado em 20/08/2011
Código do texto: T188952
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Biazocas
Portugal, 65 anos
426 textos (15867 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:08)
Biazocas