Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de coração que não sabe amar

Quem te fez, coração, assim tão triste?
Que dor é essa que te enlaça, te alcança?
Acaso foi cupido, deus burro, que esqueceu
de avisar-te? - não se espera que venha bonança!

Dizi-me coração, que mal lograra
Que de amor eu sofro assim?
Acaso não te ocorres que ao sofrer eu morro
Tu não sabes que estas a viver dentro de mim?

Mas hei que sempre assim viveste
Morreste... De amar a outros, a todos...
E de amar a ti esqueceste!

Ama coração, mas hei que aviso o pranto
E canto que se amar é mal ferino
Deves tu amar a ti, se desejas tino!

dhália
Enviado por dhália em 08/07/2006
Reeditado em 25/07/2006
Código do texto: T190280
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:30)
dhália