Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desculpação

Peço desculpa por ser tão ausente
a cada afago dum poeta amigo,
pois o carinho é grande e não consigo
retribuir, ainda que eu tente.

Eu sou o tal poeta delinquente,
que trai o verbo na conjugação,
que põe o ponto no lugar do não
quando a razão faz algo diferente.

Peço desculpa a toda essa gente,
que me abraça como antigamente
se abraçava um verdadeiro amigo.

Aquele abraço sem hora marcada,
que faz uma pessoa abraçada
voltar no tempo sem ficar antigo.

Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 08/07/2006
Código do texto: T190285
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
1332 textos (57748 leituras)
5 áudios (264 audições)
13 e-livros (3192 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:29)
Herculano Alencar

Site do Escritor