Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vendaval

  Vendaval

O vento frio açoitando meu rosto
Penetra na pele, mas também na alma
Fico parada só  a contra gosto
Querendo muito que a mim tragas calma.

A doença não há de me vencer
Tenho amigos com quem posso contar
Para tanto busco o que  merecer
Busco alívio e meto-me a trabalhar.

Os trovões retumbando ao longe trazem
Insegurança, inquietação e fazem
A angústia, a saudade da pátria aflorar.

Lá fora ruge o vento inquietante
Assustando o coração desta imigrante
Despertando o ensejo de à pátria voltar.
                                   13 / 12 / 2005

Benedita Azevedo
Enviado por Benedita Azevedo em 09/07/2006
Código do texto: T190342
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Benedita Azevedo
Magé - Rio de Janeiro - Brasil, 72 anos
869 textos (528269 leituras)
8 e-livros (6476 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:24)
Benedita Azevedo

Site do Escritor