Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Madrugada fria

O que faço eu nesta madrugada fria
pensando na vida que eu poderia ter
sozinha como a lua, que ainda cintila
vou iluminando até meu próprio ser

Nesta noite não tenho companhia
nem mesmo as estrelas estão a brilhar
E cá estou eu, nesta sufocante agonia
De não saber que caminho trilhar

Ahh madrugada fria e congelante!
Quisera eu poder ser como o sol
que nasce para corações esquentar

Mas sou noite, sou algum errante
que percorre o frio de cachecol
sem um amor ao qual se entregar
Gele
Enviado por Gele em 09/07/2006
Código do texto: T190601
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gele
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 31 anos
35 textos (1290 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:41)
Gele