Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERSOS RUDES

Esposa minha, partirei um dia
Desta para a outra vida, a verdadeira.
Talvez logo! A velhice hospitaleira
Já iniciou o processo da agonia!

Nessa hora, ah! não desejo choradeira...
Parte feliz quem parte na alegria!
Afinal, fiz tão pouco de valia,
Não valho o esforço e a angústia derradeira.

Mas, consola os parentes desafetos,
Os que mais me ofenderam, indiscretos.
Quem mais ofende sente-se infeliz!

E eu que também deitei por terra a lei,
Fiz quase tudo o quanto desejei,
Mas não desejei tudo o quanto fiz!

Lucan
Enviado por Lucan em 13/07/2006
Código do texto: T193302
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Lucan
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 85 anos
1985 textos (86939 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:31)
Lucan