Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de amor que não morre

Dizeis, estrelas, que fazem
tão sombria a alma minha?
Acaso o amor? Tu não sabes que ele
Ao crescer, me definha?

Não dizeis que acreditas, ingênua
Que o amor é bem maior?
Não cantes, te conto que as notas
são mentiras em verdades de amor, só!

Não dizeis, estrelas, dor que sinto
Da esperança interrompida no peito
Da minha busca eterna, porque minto...

...porque já aqui, deitada em meu leito
Me recordo do amor sem tino
Que escondo... mas pra morrer não tem jeito!

dhália
Enviado por dhália em 13/07/2006
Código do texto: T193327
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:20)
dhália