Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de coração que tem dois amores

A burrice, oh malvado, te entranha
Maldito coração, por que foi se apaixonar?
Foi então... indócil, sofrer de amor!
Esdrúxulo coração... Por que foi se enfeitiçar?

Tantas tristeza, aqui dentro guardadas
De amores que se fizeram impossíveis
Cicatrizes escondidas... em meio a tuas asas
E de tão grande, que se fazem visíveis!

E hei que chamo-te culpado
Porque, coitado, quando se enamora
O faz por um coração errado!

Mas agora duplicastes nossas dores
Porque ao se entregar, desgraçado...
...entregou-se a dois impossíveis amores!
dhália
Enviado por dhália em 16/07/2006
Código do texto: T195208
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:41)
dhália