Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MAR


Caminho lentamente enregelada
Vou molhando os pés no mar,
Sinto frio, a areia está molhada
Mas gosto de assim me castigar.

Abalaste, deixaste-me sozinha
Agora não me podes censurar,
Só andei com o marido da vizinha
Foi só ele que me quis consolar.

Ouviu-me chorar a noite inteira
Sabendo a falta que me fazias,
Pediu-me assim por brincadeira!

Se lhe fazia algumas poesias...
E assim, em cima duma cadeira
Eu amor, escrevi todos os dias.


Biazocas
Enviado por Biazocas em 17/07/2006
Código do texto: T195711
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Biazocas
Portugal, 65 anos
425 textos (15838 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:27)
Biazocas