Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de quem não encontrou amor sincero

Não, tu não és o amor que busco
Já agora revelo com grande alegria
Não és tu... e não chores que trago no peito
As feridas por ti causadas há dias!

Não és tu o amor que procuro
Que busco que me encontre tão somente
E não lamente, que meu lamento foi tanto
Que me deixou, do amor, total descrente!

E não te amo, e já agora vos grito
E se ‘inda sinto no peito o vazio, a dor
É por saber a verdade... e não vos minto

Que ‘inda que digas agora ser amor
Te respondo: - Não o és... que pressinto
Que amor verdadeiro nunca me encontrou!
dhália
Enviado por dhália em 20/07/2006
Código do texto: T198077
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:00)
dhália