Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor fogo de palha

Quando o tal amor esmorecer um dia
e o coração vagar rumo ao léu
o que foste inferno, podes ser céu
e o que hoje vale, ontem não valia.

Quando tantas lágrimas que hoje vês
à sorte-da-morte que ainda te procuras
"Meias" verdades mais um "quarto" de loururas
Pairam sob tu'alma simplesmente a média rês

Que minguado amor somente de poema
Nada vale a tua dor e o teu pranto
Não merece o teu céu nem teu inferno

Muito menos dos teus olhos o encanto
Nem das flores desufanas do inverno
Jaz então! Co'o poeta em tua pena.

 
Silva Neto
Enviado por Silva Neto em 21/07/2006
Reeditado em 30/07/2006
Código do texto: T198911
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Silva Neto
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 43 anos
117 textos (33519 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 13:00)
Silva Neto