Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fica morena

                            para Florbela Espanca
Florbela, te vejo assim como pura flor-de-lis
em tardes calmas, refolhando seus botões;
ao teu redor rulando pombos penas gris
como ternos namorados sussurrando nos portões.

Brilhantes dessa terra portuguesa,
sonetos que aprofundam teus segredos,
te arrancam d'alma a cor singela da turquesa
se a angústia não traz num frêmito teus medos.

Tu, que tens a pele branca do marfim
tão polido que reflete teus anseios,
mas é frio como o inverno do teu peito,

vem ficar morena e te aquecer em mim;
como poeta sempre espero em devaneios:
- te dizer o que sinto, tão sem jeito.
Chaplin
Enviado por Chaplin em 24/07/2006
Reeditado em 24/07/2006
Código do texto: T201136
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chaplin
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
420 textos (28741 leituras)
1 áudios (130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:21)
Chaplin