Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Imperatriz

Num tempo, quem sabe uma afeição feliz!
Que tanto sinta o peito bater forte
Lembrando com amor e feliz sorte
As doces memórias que agora fiz.

Então na clássica alcova tão infeliz
De rapariga tremula e consorte
Ante a visão do sangue no fiel corte
Criatura surgida do arcano feliz.
 
Anjo meu ao ver-te, entre tantos lamentos...
E aflições tais, não entendo os teus sentidos...
Pois só lhe tenho amor tépido que existe.

É como uma alucinação de momento,
Ideal que neste meu amor perdido,
Fantasia irreal no anseio persiste.

                      HERR DOKTOR
HERR DOKTOR
Enviado por HERR DOKTOR em 28/07/2006
Reeditado em 26/09/2008
Código do texto: T204012

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
HERR DOKTOR
Camboriú - Santa Catarina - Brasil
664 textos (21373 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:28)
HERR DOKTOR