Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um soneto moreno

Se eu fizesse um soneto, mesmo sendo tão
simplório,
deveria ter fineza, muita cor e muita
graça;
não que fosse pra dar samba em meu
velório
ou que a rima no final fosse
cachaça!

Mas ficasse registrado no
cartório
co'a cuica, o tamborim, gente da
raça,
e pr'aqueles mais chegados, qu'é
notório,
se puxasse um bom pagode lá na
praça.

Se eu fizesse mesmo o soneto que'u
queria,
não teria rima rica, nem um verbo derivado
só pra enganar letrados cansados na
academia!

Basta falar d'amor, da beleza que há no
céu
e já aparece um poeta querendo fazer poesia,
mas não descreve a mulata com mil folhas de
papel!
Chaplin
Enviado por Chaplin em 30/07/2006
Código do texto: T205551
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chaplin
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
420 textos (28739 leituras)
1 áudios (130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 02:03)
Chaplin