Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de Nostalgia

Foi a muito e muito num tempo já
Em uma urbe inerme bem próxima ao mar
Todos sabiam que ela morava lá
Aquela que ainda vivo para amar.

E vivo sem qualquer contentamento cá
Tentando esquecer tácito a se enganar
E que não sai do meu pensamento já
Neste amor indócil a me torturar.

Amei-a tanto que me perco a delirar
Por saber que um dia estarei ao lado dela
A amá-la como em outros tempos lá

Viverei eu de esperanças para espalhar
A alegria e o amor que sinto por ela
Sibila sem nunca deixar de amá-la.

                         Herr Doktor
HERR DOKTOR
Enviado por HERR DOKTOR em 07/08/2006
Reeditado em 26/09/2008
Código do texto: T211034

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
HERR DOKTOR
Camboriú - Santa Catarina - Brasil
664 textos (21377 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 05:04)
HERR DOKTOR