Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Naquele tempo

Poesia, que o verso humano bem escreve,
Viva um verso que me expôs um dia,
De uma simplicidade de pura poesia
Por entre rimas singelas ela se atreve.

Com vista, que na mesma lira subscreve.
Por se assegurar que com prazer lia,
Foi convertido o tempo em fantasia
E a aptidão se mostrou doce e leve.

Juro que ternura e muita vontade
Germe do primo efeito; o fausto adágio.
Que tanto se cuida contra a maldade.

Olhai como a prosa gera um contágio,
De teimosa e digna realidade,
Lírica inerme no primeiro estágio.

                          Herr doktor
HERR DOKTOR
Enviado por HERR DOKTOR em 10/08/2006
Reeditado em 26/09/2008
Código do texto: T213462

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
HERR DOKTOR
Camboriú - Santa Catarina - Brasil
664 textos (21377 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 19:04)
HERR DOKTOR