Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto-repente - Menção a Dionisio em seu "RÉQUIEM PARA OS POBRES VERSOS"


Este soneto que ora escrevo,
escrevo como se fosse um repente:
Cada palavra que me vem à mente,
é com essa palavra que escrevo.

Vai ser o meu soneto diferente
de todos que um dia escrevi,
por que vai refletir o que senti
quando a palavra veio à minha mente.

Não hei de escrever, inda que tente,
palavras estudadas, comoventes...
pra conseguir fechar um só terceto.

Escreverei o verso que primeiro
fizer rimar o verso derradeiro...
assim por diante até virar soneto.

Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 13/08/2006
Reeditado em 13/08/2006
Código do texto: T215336
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
1332 textos (57750 leituras)
5 áudios (264 audições)
13 e-livros (3192 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:44)
Herculano Alencar

Site do Escritor