Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Descrença

Nasceu assim nosso amor, como do nada,
como nasce a luz do sol da noite escura,
como se dão os beijos, como flor sagrada
lançando uma semente à geração futura.

Vi lampejos dos teus olhos, minha amada,
a clarear-me a escuridão; toda amargura
se esvaiu de mim. A alegria pespontada
por teu rosto era pra mim uma figura;

E me encontrei com teu sorriso, certo dia;
entre o brasido dos teus beijos renascia
o nosso amor tão moreno, tão febril.

Mas, sinceramente, não acreditei jamais
que teus olhos pudessem brilhar mais
que a intensa luz que fulge no Brasil!
Chaplin
Enviado por Chaplin em 21/08/2006
Código do texto: T222112
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chaplin
Rio Grande - Rio Grande do Sul - Brasil, 71 anos
420 textos (28741 leituras)
1 áudios (130 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:42)
Chaplin