Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fabela do lobo e a cegonha

Salvo de uma grave asfixia
o pobre lobo inda convalesce.
Alguém no céu ouviu a sua prece
no estertor da triste agonia.

Engasgou-se enquanto deglutia
um elo da cadeia alimentar:
A caça que serviu-lhe de jantar
e que, teimosamente, não descia.

Foi salvo por um bico de cegonha,
que com receio, mas sem-cerimonha,
pinçou-lhe o osso preso na goela.

Tornaram-se, assim, grandes amigos,
mas a cegonha sabe dos perigos
de ter um lobo a uivar por ela.
Herculano Alencar
Enviado por Herculano Alencar em 22/08/2006
Código do texto: T222866
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Herculano Alencar
São Paulo - São Paulo - Brasil, 62 anos
1335 textos (57862 leituras)
5 áudios (264 audições)
13 e-livros (3212 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:41)
Herculano Alencar

Site do Escritor