Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VELHO CONTADOR JÁ CENTENÁRIO

Eu me silencio claro e azul solar!
No recôndito lar do imaginário
Procuro minha amada e, visionário,
Avisto-a colorida, leve a voar

Sobre as curvas do arco-íris no meu ar.
Sou velho contador já centenário
De histórias do meu mundo "vasto e vário".
Seria eu fabulista deste amar?

Vejo-a dançar na cauda do cometa
De fogo e, arde este olhar de fantasia
A transformar a lágrima sozinha

Numa chama de luz que me prometa
Nascer: da imensidão, numa Poesia,
Cura p´ra solidão que se adivinha.
(Alexandre Tambelli, para Carla, São Paulo de 03 de dezembro de 2005 - 11:55h)
Alexandre Tambelli
Enviado por Alexandre Tambelli em 22/08/2006
Reeditado em 01/10/2013
Código do texto: T222868
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alexandre Tambelli
São Paulo - São Paulo - Brasil, 48 anos
676 textos (116504 leituras)
8 áudios (2991 audições)
1 e-livros (398 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:41)
Alexandre Tambelli