Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Demente Mente

Pesar intenso na lacustre mata
O cego roda o chapéu oval
Não cata ouvinte que lhe abata
Chicoteia funda cava na cal.

São peripécias ambulantes
Entrecortadas com foice esguia
Afinco, deus a clamar por infantes
Elefante punga na salada fria.

E não estagnará por pouco
Haverá escamoso lamento
Ou um velocípede louco.

Com tanta insanidade e virtude
No calabouço, presa a fera
Cada qual que se preze ou se mude.
Cesar Poletto
Enviado por Cesar Poletto em 23/08/2006
Código do texto: T223425

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cesar Poletto
Piracicaba - São Paulo - Brasil
730 textos (34088 leituras)
1 e-livros (247 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:48)
Cesar Poletto

Site do Escritor