Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto de amor que passa

Que posso dizer desse bem amor que sinto
Se amor nem o posso chamar?
Que significado é esse que lhe toma
Do coração a metáfora do duvidar!

Não me creia que amor não me invade
Da invasão terna que aspiramos
Pois se amor acaba é só tristeza
Do egoísmo daquele de que tanto amamos!

E nem se pode desejar eternamente eterno
E nem se pode sonhar que seja eterno
que amor não dura mais que curta melodia!

E por roubar-me o sorriso em tanto dia
E por chorar-me o coração em tanto dia
De transformar-me a primavera neste inverno!
dhália
Enviado por dhália em 30/08/2006
Código do texto: T229091
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
dhália
Salvador - Bahia - Brasil
238 textos (5113 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:14)
dhália