Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto 1

Eu sou de carne, e osso, e uma beat'alma,
e te amo, e te adoro, e sou tua estrela,
e sou de aço por vós e quero tê-la,
e nada faço, a não ser tua calma.

E'ntrego-me na tua fina palma
e minha boca que pedis, a obtê-la,
e vós me tem, mas sem ter-me, e sem vê-la
as vezes o ciúme me desalma.

E mesmo assim, com meu ardo afeto, vós
me fala que não existo, or'existindo,
então voarei feit’um albatroz,

canhesto, não voando, ora sentindo,
levando, por entre este vão céu algoz
o meu amor, sem teu amor, inda sentindo.
Aprendiz
Enviado por Aprendiz em 02/09/2006
Código do texto: T231286
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aprendiz
São Paulo - São Paulo - Brasil, 31 anos
40 textos (1470 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:16)
Aprendiz